Número total de visualizações de página

sexta-feira, 20 de novembro de 2009

No Dia Mundial da Criança também rendemos homenagem às Mães ...:')


RETRATO DA MÃE - (ALUNOS DE LÍNGUA PORTUGUESA, 5ºc)




A minha mãe


A minha mãe chama-se Olga. Gosto muito dela, pois ela é uma pessoa muito especial.

Ela é bonita, simpática, trabalhadora, boa amiga e compreensiva. Foi ela que me deu ao mundo, que me ensinou a falar, a andar e quase tudo o que sei hoje. Sempre que preciso de ajuda, ela está pronta para me ajudar e está sempre no sítio certo à hora certa quando eu preciso. O que seria do mundo sem as mães?! Mesmo que me castigue por algo que eu tenha feito, é para meu bem que o faz e eu não me importo, pois ela é que sabe como educar-me.

A minha mãe é a melhor do mundo!


Rita, 5ºC, nº18


A minha mãe


A minha mãe é muito especial. Para mim, não há outra igual a ela.

Ela é simpática, brincalhona, responsável, meiga, bonita, carinhosa...Ela é isso tudo, só que, às vezes, fica triste porque eu e o meu irmão nos portamos um bocadinho mal. A minha mãe é a minha melhor amiga, porque me ajuda em tudo. É com ela que eu partilho tudo, as tristezas, alegrias, desgostos, dúvidas, incertezas... Mas ela sabe ensinar e é uma excelente MÃE e é por isso que eu a adoro tanto! É que, mesmo quando a aborreço, sei que ela gosta de mim da mesma forma.

Adoro-te mãe, és tudo na vida para mim. Sem ti, não seria nada.

Gosto muito de ti!


Maria Fiadeiro Machado, nº15, 5ºC


A minha mãe


A minha mãe chama-se Paula. Ela é uma mãe bondosa, carinhosa e muitas outras coisas mais, mas mais que tudo isso ela é mãe.

Ser mãe parece fácil, mas não é, porque um filho não é um Nenuco, mas sim um Ser Humano e, como tal, precisa de certos cuidados. Quando são bébés, como é óbvio temos de ter mais cuidados e protegê-los da chuva e do sol. Quando se trata de adolescentes, a coisa complica-se...No entanto, eu acredito que nada dá mais gosto às mães do que ver os filhos crescer!

Por enquanto, eu vou ter a companhia da minha mãe e ela vai ajudar-me em tudo o que possa e eu só posso agradecer por me ter calhado uma mãe assim como esta, porque a minha mãe é a melhor de todas as mães, pois dá-me o que eu mais preciso: amor e carinho.

Por outro lado, também reconheço que é boa mãe porque sabe impôr limites e regras, sempre que necessário, de modo que não haja abusos e para que ninguém se magoe. Por vezes, isso custa-me muito. É duro admitir os meus erros, quando a minha mãe me chama a atenção, porém se ela não o fizesse eu não perceberia que estava a errar e continuaria a fazê-lo.

Adoro a minha mãe!!!

Pedro Afonso Goulão Bártolo, 5ºC

Sem comentários: