Número total de visualizações de página

quarta-feira, 18 de janeiro de 2012

Sugestão de poemas (séc. XX) para serem declamados ou para análise (WEBQUEST)

PROCURO-TE , EUGÉNIO DE ANDRADE

Procuro a ternura súbita,


os olhos ou o sol por nascer

do tamanho do mundo,

o sangue que nenhuma espada viu,

o ar onde a respiração é doce,

um pássaro no bosque

com a forma de um grito de alegria.



Oh, a carícia da terra,

a juventude suspensa,

a fugidia voz da água entre o azul

do prado e de um corpo estendido.



Procuro-te: fruto ou nuvem ou música.

Chamo por ti, e o teu nome ilumina

as coisas mais simples:

o pão e a água,

a cama e a mesa,

os pequenos e dóceis animais,

onde também quero que chegue

o meu canto e a manhã de maio.



Um pássaro e um navio são a mesma coisa

quando te procuro de rosto cravado na luz.

Eu sei que há diferenças,

mas não quando se ama,

não quando apertamos contra o peito

uma flor ávida de orvalho.



Ter só dedos e dentes é muito triste:

dedos para amortalhar crianças,

dentes para roer a solidão,

enquanto o verão pinta de azul o céu

e o mar é devassado pelas estrelas.



Porém eu procuro-te.

Antes que a morte se aproxime, procuro-te.

Nas ruas, nos barcos, na cama,

com amor, com ódio, ao sol, à chuva,

de noite, de dia, triste, alegre - procuro-te.



Eugénio de Andrade, As Palavras Interditas


* CÂNTICO NEGRO, JOSÉ RÉGIO, interpretado por João Vilaret
http://www.youtube.com/watch?v=qKyWRJZnu2o

* NÃO POSSO ADIAR O AMOR PARA OUTRO SÉCULO, ANTÓNIO RAMOS ROSA
http://www.youtube.com/watch?v=54SNlyG0UWI
MÚSICA NÃO POSSO ADIAR O CORAÇÃO:
http://www.youtube.com/watch?v=z_L_3jI4p6w

* O SORRISO , EUGÉNIO DE ANDRADE
http://www.youtube.com/watch?v=c4Iat2bVSxA
* É URGENTE O AMOR, EUGÉNIO DE ANDRADE
http://www.youtube.com/watch?v=OacuVo6wa1E

*PEDRA FILOSOFAL, ANTÓNIO GEDEÃO
http://www.youtube.com/watch?v=Azx0WjQqbE8

*SER POETA, FLORBELA ESPANCA
http://www.youtube.com/watch?v=EnJK9uHXots
* AMAR, FLORBELA ESPANCA
http://www.youtube.com/watch?v=peWva7n1q3w&feature=related

* ODE TRIUNFAL, ÁLVARO DE CAMPOS
http://www.youtube.com/watch?v=gh6zGZf465Q

* GUARDADOR DE REBANHOS, ALBERTO CAEIRO
http://www.youtube.com/watch?v=VIM0sJw5VTs&feature=related

* LIBERDADE, FERNANDO PESSOA
http://www.youtube.com/watch?v=kNSK1HHi7mA

* VEM SENTAR-TE COMIGO, LÍDIA, RICARDO REIS
http://www.youtube.com/watch?v=bhxS87QKC7k

* O POETA É UM FINGIDOR, FERNANDO PESSOA
http://www.youtube.com/watch?v=jCqCyTUTtyY

* PORQUE, SOPHIA DE MELLO BREYNER ANDRESEN
http://www.youtube.com/watch?v=ZG-nWwXVzE0

* LÁGRIMA DE PRETA, ANTÓNIO GEDEÃO
http://www.youtube.com/watch?v=VrKoNhQSSvs

* E TUDO ERA POSSÍVEL, RUY BELO
http://www.youtube.com/watch?v=uX1zQboxAAk

*QUEM DISSE QUE O TEU NOME É UMA ESPADA, JOAQUIM PESSOA
http://www.youtube.com/watch?v=9rYkMmLpTcw

* SÚPLICA, MIGUEL TORGA
http://www.youtube.com/watch?v=JZRTpjlhVvA

* SÍSIFO, MIGUEL TORGA
http://www.youtube.com/watch?v=vLw3WdwLYAU

* QUASE , MÁRIO DE SÁ CARNEIRO
http://www.youtube.com/watch?v=K6VPrdXO478

http://www.youtube.com/watch?v=U03uAyK5PGI (POR AMÁLIA)


E TANTOS TANTOS OUTROS....
LEMBREM-SE: A POESIA FAZ-SE PARA SER SENTIDA :)! BOM TRABALHO!

quarta-feira, 11 de janeiro de 2012

2012: TRAGÉDIA OU TRANSFORMAÇÃO?

 Esta  é a pergunta que ultimamente tem andado na boca de todos: 2012 será o fim do mundo? Se me fazem essa pergunta, eu, claramente, respondo com alguma ironia: "Claro que não, eu quero fazer o 12º ano!"
   Se muitos estiveram atentos, no último "Jornal da Noite" de 2011 (O Jornal da Noite, SIC), os astrólogos e cientistas disseram que 2012 seria o fim de um ciclo e que alguns sinais disso seriam a Primavera árabe e algumas manifestações pelo mundo fora (por exemplo, "O ocupar Wall Street").
   Nas profecias Maias, em 2012, acabam dois ciclos: um de 5125 anos e outro de 144 mil anos e, no dia 21 de dezembro, o Sol alinha-se com o centro da Via Láctea: o "útero cósmico". Mas dois acontecimentos prováveis poderão ser a inversão dos polos da Terra (que está efetivamente a a acontecer progressivamente a uma velocidade de 10 a 40 Km por ano) ou a formação de um buraco negro criado pelo "Bosão de Higgs" na Suíça.
   Nos "tarôs" e numerologia, a soma dos algarismos de 2012 é cinco, ora cinco significa transformação. Esta transformação será talvez para melhor, ou para pior, nunca se sabe. Também no Google, se pesquisarem sobre o ano de 2012, encontrarão 1350 milhões de resultados, entre eles vários sobre essa dita transformação, o advento de "uma nova Era", o "Tempo zero" e o renascimento do Homem, um Homem de "coração novo", ligado à "quinta essência" e aos valores espirituais. Terá esta "quinta essência" algo a ver com o profético "Quinto Império" de Fernando Pessoa? É algo que deixamos no ar...
   Nos últimos dias, contudo, descobri também que 2012 vai ser um ano de mudanças a nível desportivo, para Portugal, pois o nosso país está no grupo de países que se vão revelar pela positiva: alguns desses sinais foram a final portuguesa em Durban, o mundial de sub-20 e a nossa boa classificação em Dakar.
   E agora é óbvio que poderão ocorrer coisas menos boas para a Europa: a crise financeira e a dívida podem não ajudar e deverão entrar mais países europeus em crise (Itália e Espanha) que virão juntar-se aos que já estão nessa situação (Portugal, Irlanda e Grécia). O pior que poderia acontecer seria uma Guerra Mundial.
   Por isso, eu digo que 2012 terá transformações sim, umas serão trágicas, outras nem por isso. Mas nas crises também há oportunidades para o Homem evoluir.

Eduardo Moutinho, 9ºC

sexta-feira, 6 de janeiro de 2012

"O que quero ser quando for crescida"

         «Quando era pequena tinha sonhos e desejos, aqueles de criança, aqueles sonhos onde tudo é cor-de-rosa. Mas não vou mentir, eu continuo a ter sonhos a ter desejos, afinal quem é que não tem? A vida ensinou-nos como lidar com ela.Os meus pais fizeram-me aquela  pergunta:" O que queres ser quando fores crescida"? Nessa altura, essa pergunta não era nada para mim, mas passados os anos  e como me  iam fazendo essa pergunta, eu comecei a percebê-la e a refletir melhor.
          Escolhia, de tudo, uma coisa que queria: ser cabelereira. Não sei porque é que escolhi tal coisa, talvez
porque tenho uma tia que o é. Segunda escolha:  massagista, esta é que não sei mesmo, toda a gente me dizia que tinha umas mãos de fada.Será? Terceira escolha: escritora, esta sei, é fácil de dizer: apaixonei-me pelos livros!
         Tenho também uns desejos que gostava de concretizar  no futuro: gostava de me casar, claro com um homem sincero, honesto, simpático, que esteja comigo na saúde e na doença e, principalmente, que me ame de verdade.Também gostava de ter uma filha e um filho. A filha vai chamar-se Elvira, nome dedicado à minha avó que sempre me protegeu e o filho será Gabriel, nome dedicado ao meu irmão e ao meu tio que me está sempre a vigiar.
           E o outro desejo era poder adotar todas as crianças do mundo. Aí sim! A minha vida estava completa. Meu Deus, espero nunca perder as minhas amigas! Primeiro passo para concretizar isto tudo: viver um dia de cada vez; segundo, ir sempre à escola para aprender.Terceiro, ser feliz, ser amada e ter uma vida cheia de alegria! 
          BOM ANO 2012!  Especialmente para a minha DT e professora de Português e para a minha turma e escola!

           Bruna Fonseca nº1 turma 5A»

                                                                                                     Tortosendo, 5 de janeiro 2012

  «Quando for crescida, quero ser muitas coisas...Tantas que nem sei explicar...
  Quando era mais nova, queria ser cabeleireira, porque gostava de pentear as minhas bonecas e a minha mãe. Queria ser médica também, porque levava a caixa dos primeiros socorros do meu tio...Enfim, muitas coisas!
  No meu futuro, também quero viajar pelo mundo e visitar muitos países, continentes e até (quem sabe...) planetas! Gostava também que a minha mãe conduzisse.
   O meu sonho era mesmo conseguir chegar à universidade e ter um bom emprego e ganhar muito dinheiro, para conseguir fazer muitas coisas: viajar pelo mundo, ter um carro, aprender mais...
   E aquela coisa que desejava mesmo muito: ter uma casa à beira-mar. Ficava muito feliz!
   Agora ando na escola, no 5º ano e adoro! É tudo fácil para mim, porque gosto de estudar. Tenho uma Diretora de Turma impecável, muito bondosa e bonita. Gosto muito de andar no Tortosendo, nesta escola!
Por último, nesta idade que é ainda a minha, a profissão que desejo desempenhar quando for grande é ESCRITORA. Gosto muito de escrever histórias, é aliás uma paixão que tenho desde pequena! Tenho muitos cadernos de histórias escritas por mim.
   Os meus desejos para 2012 são os seguintes: ter boas notas em algumas disciplinas. Mas não só : também gostaria que o meu pai não me culpasse tanto e me ouvisse mais.
   Estes são os meus desejos para 2012. Um Bom Ano para toda a turma, família e principalmente para a minha DT, a professora Rogélia Proença.

Margarida Soares, nº13, 5ºA»

«Eu sempre tive muitas profissões para escolher, à medida que ía crescendo. Agora, já me decidi: Técnico de Informática.
  Eu quero ter uma família educada corretamente. Durante a semana, trabalho e estudo. Aos fins de semana, é para ficar com a família. Contudo, haverá algo que eu nunca vou parar de fazer: LER! Também espero que os meus filhos sejam tão solidários quanto eu.
  Haverá só mais dois sonhos que eu quero mesmo realizar: Ir a Inglaterra e à América, particularmente aos Estados Unidos da América. Poderá ser em criança  ou, mais tarde, já adulto, não interessa...
   Se eu não conseguir desempenhar esta minha profissão de sonho, então aí tentarei ser Professor de Inglês. Ser Técnico de Informática seria um sonho, pois é a profissão também do meu padrinho.
   Os meus desejos para este ano são: que melhore a situação económica do país; não haja conflitos nem guerras. Quero estudar para concretizar os meus desejos. Assim, espero ir para a universidade. Também quando for adulto, desejo ter um cão exatamente igual ao que tenho atualmente, que seja tão divertido como ele. Quero ser o meu próprio patrão.
   E, para terminar, o meu maior desejo é que acabe a crise de uma vez por todas e que não haja guerras!

Rodrigo Ventura Inácio, nº 18, 5º A»