Número total de visualizações de página

quinta-feira, 29 de janeiro de 2009

Filmes e diários


DIÁRIOS: «VERBA VOLENT, SCRIPTA MANENT» (provérbio latino: as palavras voam e os escritos permanencem...)

Rasgos do tempo, em espaço aberto que voltam para nos trazer um vento fresco e perfumado de flashes de vivências doces e prazenteiras...o elo de ligação entre um tempo e o outro, tão singelamente num papel. O fio dA memória se desfiando pela escrita! Que coisa assombrosa a palavra!
Verbum. Verba. Que pequenos deuses todos somos por registarmos vivências, sentires, episódios, sentimentos e, assim, nos eternizarmos no futuro.
Há que disso ter consciência.
Pois ler um nosso diário de infância é quase como, atónitos, nos reconhecermos em "outros" que fomos, como personagens que vivem dentro e fora de nós em simultâneo. Reestruturando-nos, reerguendo-nos, reflectindo-nos quem fomos, quem somos, quem queremos ser. Mostrando-nos o caminho, que a caneta (ou o teclado), quase instintivamente, vai desenhando na folha branca de papel (ou no vazio do ecrã).
Eis o milagre assombroso da escrita. registem o que sentem, como sentem, porque o sentem. Quem são e o que vivem: eis o melhor legado para os que hão-de vir...
Como Anne Frank, Joana, Adrian Mole, Danny, e tantos tantos outros...
E, quem sabe, não se rirão, no futuro, ou aprenderão com a vossa história de vida, os vossos próprios filhos...tal como em The curious case of Benjamin Button, um filme a não perder, onde um diário assume um papel fundamental, no desenrolar da história.

Pela escrita, somos.

Mãos à obra:

*TPC, pois-» CRIAR UM DIÁRIO E COMEÇAR HOJE JÁ!!

Rogélia Maria Proença

domingo, 18 de janeiro de 2009

O poder da palavra

É verdadeiramente impressionante como a palavra pode mudar o mundo...Dizer para mudar, reflectir e agir: Palavras andarilhas...vejam aqui como uma menina da vossa idade fez silêncio à sua volta, durante 5/6 minutos por tudo o que teve a coragem de dizer. vejam o vídeo que vos propomos e depois os comentários dos vossos colegas...Não será já tempo de mudar ?!

segunda-feira, 12 de janeiro de 2009

A menina que calou o mundo

http://br.youtube.com/watch?v=2s4wqdtWWw8

A menina que calou o mundo por 5 minutos...a não perder!

AS NOSSAS FÉRIAS DE NATAL E OBJECTIVOS PARA 2009 - 6ºD (COMPOSIÇÃO COLECTIVA)








As nossas férias de Natal foram óptimas!


Divertimo-nos, como se costuma dizer, "à grande", pois tivemos muito tempo livre para estar com a família e os amigos e é para isso mesmo que servem as férias!


Durante estes dias tivemos oportunidade de jogar às cartas ("sueca"), andar de bicicleta e fazer experiências de condução (os que têm quase 18 anos claro!), jogar computador, ler e, sobretudo, estar e falar com os amigos.


Também fizémos passeios à Serra da Estrela para andar de trenó e nos divertirmos. A surpresa maior foi dois dias depois do Natal, em que tivemos um nevão! Foi lindo, pois já há muito não nevava por aqui! Todos ficaram contentes e aproveitaram para atirar bolas de neve uns aos outros ou fazer bonecos de neve, com nariz de cenoura, botões de azeitona e braços de ramos de árvore! :)


Nesta quadra natalícia as famílias reencontram-se sempre! Nós também recebemos a visita dos nossos familiares de vários países (França, Suiça, Espanha, Canadá,...) para passar o Natal connosco, pois são emigrantes. Foi fantástico!


Na consoada comemos o tradicional bacalhau cozido com batatas e couves e peru assado, bem como diversas sobremesas, como, por exemplo: arroz doce, tronco de Natal, baba de camelo, bolo de bolacha, bolo-rei, charlotte de chocolate e as filhoses, sem esquecer a salada de fruta.


É uma ceia requintada para celebrar o nascimento de Jesus.


Na nossa turma temos um colega brasileiro, o Roger, que nos contou que naquele país as pessoas comem peru, fazem um churrasco e dançam a noite toda, com grande alegria, na rua, pois lá é Verão.


Já na passagem do ano, comemos as doze passas às doze badaladas e formulámos desejos para o Novo Ano de 2009 (que não podemos divulgar para que se realizem mesmo... :)!




Feliz Ano de 2009 para todos,




o 6º D ( P.C.A.)




(Aguardamos agora as vossas belas fotos das vossas terras ...:-)...)




As minhas férias de Natal (Laura, 6ºB, nº12)




O meu Natal foi muito divertido: estive em casa dos meus tios e joguei matraquilhos, voleibol, pingpong, basquetbol e badmington.
Eu li vários livros, por exemplo: "As crónicas de Nárnia e o guarda roupa", "O gato que ensinou a gaivota a voar" de Luís Sepúlveda, "O clube das chaves põe tudo em pratos limpos", Maria Teresa Maia González.
Passei o meu Natal em casa dos padrinhos do meu mano e com o resto da minha família da parte do meu pai. Recebi três livros, uma câmara web, roupa, um jambé e dois jogos para o computador.
A minha família, no Natal, come sempre o famoso bacalhau com todos e também comemos o tradicional cabrito da Beira Baixa, ou borrego e peru assado, e as filhoses da minha avó. Também adoro ir até ao madeiro na minha aldeia.
A passagem para o Ano Novo passei em Castelo Branco com os meus primos mais velhos e foi muito bom. Foi uma quadra muito divertida!

ADOREI ESTAS FÉRIAS!

"As minhas férias de Natal" Rita Silva, 6ºB, nº16


Bem, as minhas férias foram fantásticas. Passei-as em casa com a família. Foi diferente, pois costumo passá-las com padrinhos, tios e primas, mas este ano passei-o mesmo só com pais e irmã.

No momento em que entrámos de férias, comecei logo a planear tudo, desde a escolha de presentes até os preparativos da consoada. A consoada foi, como manda a tradição, com o tradicional bacalhau com batatas e couves, por volta das 20:00. Às 23:00 tive de ir para a igreja, pois eu era Maria, num presépio ao vivo, uma espécie de teatro...! A Missa do Galo começou às 23.30 e foi muito participada, pois é um momento alto desta festa, e o teatro foi um espectáculo, toda a gente aplaudiu e eu, especialmente, adorei!

Depois às 00:30 horas, fui para casa abrir os presentes: todos eles continham coisas que eu sempre quis ter! Já no dia 25 de Dezembro, dia de Natal, fui à Serra da Estrela, na parte da tarde, e estava um frio verdadeiramente "de rachar"! Ainda assim, diverti-me imenso com os meus pais e com a minha irmã. Depois, por volta das 18:00 horas voltámos para casa, fora um dia bem passado em família.

Eu acho que este foi o melhor Natal de sempre, pois foi bom viver esta quadra mágica e gozar da companhia de quem mais amo. :)


Fim *


domingo, 11 de janeiro de 2009

Leiam aqui no blog, muito brevemente, as composições dos nossos amigos sobre a quadra natalícia! :D... E... vejam imagens da nossa terra nos dias de nevão!!

O BOLO REI (lenda)

Diz uma lenda que, quando os Magos foram visitar Jesus com a intenção de Lhe oferecerem como presentes: ouro, incenso e mirra, a cerca de sete quilómetros do local onde o Menino se encontrava tiveram uma discussão: qual deles seria o primeiro a oferecer os presentes?
A solução foi-lhes oferecida por um artífice que, assisitindo à conversa quis ajudar a encontrar, para o problema, uma saída que agradasse a todos.
Ele faria um bolo em cuja massa incorporaria uma fava. repartindo pelos três, seria o primeiro a oferecer os presentes ao menino Jesus aquele cujo quinhão se encontrasse na fava.
O caso, diz a lenda, tornou-se conhecido e daí em diante passou a utilizar-se a fava sempre que havia necessidade de tirar à sorte uma pessoa para desempenhar uma tarefa.
Conhecido pelo nome de bolo - rei - feito para escolher um rei - aquele doce passou a usar-se sobretudo no Natal, e os pasteleiros encarregavam-se de o comercializar.
Há uma outra lenda que diz ter sido um bolo de fruta seca. Os crentes deviam comer doze daqueles bolos entre o Dia de Natal e o dos Reis.
Noutros países, como a França por exemplo, na consoada devem colocar-se em cima da mesa treze sobremesas diferentes, representando os vários apóstolos na última ceia e deve também colocar-se sempre um prato a mais para simbolizar um familiar ausente, que assim se inclui em pensamento.
A côdea simbolizava o oiro; o miolo e as frutas secas, a mirra e o aroma, o incenso.

Feliz Natal e Bom Ano Novo ^^)!


HISTÓRIA DOS REIS MAGOS

Os Reis Magos são personagens que vieram do Oriente, guiados por uma estrela, para adorar o Deus Menino, em Belém. A designação "Mago" era dada aos sábios.
Belchior (ou Melchior) seria o representante da raça branca (europeia); Gaspar representaria a raça amarela (asiática); por fim, Baltasar representaria todos os de raça negra (africana).
Pode então dizer-se que a adoração dos Reis Magos ao Menino Jesus simboliza a homenagem de todos os homens na Terra ao Rei dos reis, mesmo os representantes dos tronos, Senhores da Terra, curvam-se perante Cristo, reconhecendo assim a sua divina realeza.
Para além desta simbologia, pela cultura cristã, os Reis Magos simbolizam que os poderosos e ricos devem curvar-se perante os humildes, partilhando os seus bens e colocando-os aos pés dos demais seres humanos, ou seja, devem partilhar a sua fortuna com os mais pobres.
O dia de Reis celebra-se a 6 de Janeiro, partindo-se do princípio que foi neste dia que os Reis Magos chegaram finalmente junto do Menino Jesus. Em alguns países é no dia 6 de janeiro que se entregam os presentes, como em Espanha, por exemplo.
Ao chegarem ao seu destino, os Reis Magos deram como presentes ao Menino Jesus:
* Ouro (oferecido por Belchior): este representa a Sua nobreza;
* Incenso (oferecido por Gaspar): representa a divindade de Jesus;
*Mirra (oferecido por Baltasar): a mirra é uma erva amarga e simbolizava o sofrimento que Cristo enfrentaria na Terra, enquanto Salvador da Humanidade.
Assim os Reis Magos homenagearam Jesus como rei (ouro), como deus (incenso) e como homem (mirra)

"we are one family, one planet, one race.»


sábado, 3 de janeiro de 2009

LER PARA CRESCER

O "Palavras Andarilhas" é o blog do Clube dos Leitores Vivos.O Clube existe virtual e fisicamente. Nele decorrem momentos de afecto e cumplicidades entre alunos e professor, utilizando o livro como intermediário e estimulando actividades de leitura conjunta. Para tal procura-se evidenciar a importância da leitura de histórias em voz alta, a exploração de ilustrações, o manuseamento de livros e os trabalhos em artes plásticas ou pesquisas de enriquecimento, biografias, comentários pessoais e outros trabalhos que liguem os livros à vida.

Rogélia Proença

IDA AO TEATRO...(NOVEMBRO DE 08)







Algumas fotos da ida ao Teatro das Beiras (Turmas de Expressão Dramática e Musical). Peça: "O Medo Azul", adaptação do conto de Charles Perrault, "O Barba Azul".
Um mínimo de adereços para um máximo de expressão dramática... Os alunos apreciaram bastante este dia diferente e o balanço foi muito positivo!
«Não ir ao teatro é como fazer a sua maquillagem sem espelho»...diz o povo. Vão ao teatro, vai valer a pena!

DE VOLTA ÀS LEITURAS....

ANO NOVO... VIDA NOVA!

FELIZ 2009 A TODOS OS VISITANTES DESTE BLOG :)