Número total de visualizações de página

sábado, 20 de setembro de 2008

Deixem sugestões de livros, partilhem experiências de leitura, sugiram actividades e comentem as que já realizámos, avaliando a que mais gostaram.!

Aqui se lança a palavra andarilha que queremos que voe para os vossos corações!!

Falem-nos de livros que adoraram ler e partilhem connosco tudo o que quiserem. Façam críticas, sugestões, comentários, relacionem o que leram com o que já viram no cinema ou na televisão, no teatro, ou ouviram em canções...Enfim, interrelacionem o que lêem com a vossa vida, os vossos conhecimentos, os vossos sonhos e utopias e até com as vossas situações concretas do dia a dia.
Sugiram telas, quadros, exposições, museus, visitas de estudo a espaços maravilhosos que considerem especiais, tal como os espaços das obras que leram ou...quem sabe, que gostariam de ler ou de escrever...!!
E podem até começar uma história aqui que outros continuarão...!

Este é o vosso espaço de debate. A partir de livros, mas, também, a partir de situações reais e de experiências estéticas, de contacto com a arte.

Pois, que seria da vida sem a arte e o sonho??
Todos os actos do mundo começam na imaginação e o sonho não é nada mais que o plano das nossas vidas. Uma esperança de futuro. Um rascunho que gostaríamos de ver passado a limpo. Melhorado, aperfeiçoado. É a leitura/literatura que nos permite sonhar e voar para outros paraísos que queremos tornar reais na nossa vida. Melhorando o que nos foi dado, legado, transmitido, e reconstruindo, assim, sempre em espiral, uma série nova de vida e de cultura. Um novo elo da cadeia da existência.

Coragem para comunicar e ser!!Ser pela palavra, recriar pela escrita, recriar pela partilha com o outro, recriar para voltar a VER. Ver de outra forma. Ver cada vez mais, mais fundo e mais além, para ser cada vez melhor.

Um abraço e boas leituras.

P.S. Hoje, sugiro, para os mais velhos, os dois volumes do fenomenal livro de Ken Follet "Os Pilares da Terra".
E, para os mais novos, "Palavra que voa" de João Messeder.

Rogélia Proença

Sem comentários: